10 Filmes de Terror de Reveillon Que Você Ainda Não Viu

0 277

Se você conferiu a nossa listinha com 10 Filmes de Terror de Ano Novo, você provavelmente já sabe que sobreviver à virada do ano pode não ser uma tarefa das mais fáceis. Porém algumas produções de terror – que também usam a noite de ano novo como principal cenário e/ou com algum evento crucial que se passa durante o Reveillon – não são tão conhecidas assim e podem ter ficado de fora. Por isso nós dedicamos este espaço à elas.

Eu honestamente duvido que alguém tenha visto todos os filmes desta lista e já que o último final de semana se aproxima, deixarei os filmes abaixo como sugestão para vocês. A lista está em ordem alfabética de acordo com o título original. Vamos começar a nossa contagem regressiva.

10. Antisocial (2013)

Tá! Eu sei que Antisocial não é tão desconhecido assim, mas acredite se quiser muita gente ainda não viu. O filme não fez muitos amigos por aqui e as críticas negativas por aí espantaram muitos espectadores. Mas particularmente eu acho que o pessoal pega pesado com esse aqui e como a ocasião pede, talvez esteja aí a oportunidade que você queria.

“Cinco amigos universitários se reúnem numa festa em casa para comemorar no Ano Novo. Sem o conhecimento deles, uma epidemia irrompeu do lado de fora, causando surtos em todo o mundo. Sem mais ninguém a quem recorrer, eles se trancam dentro de casa com apenas seus telefones, laptops e outros dispositivos eletrônicos. Eles usam seus dispositivos para investigar a possível causa deste surto. Informações e imagens de vídeo surgem em seus computadores à medida que se aprofundam ainda mais na causa e no caos que se seguiu. Enquanto o vírus se propaga, o clima na casa muda do medo para a paranóia. Quem está seguro? Em quem se pode confiar? A realidade torna-se turva enquanto eles lentamente descobrem a origem do vírus que causa a doença … e não há como voltar atrás.”

9. O Círculo (Circle of Eight, 2009)

Este é bem raro de encontrar e é do tipo bem confuso de entender. Por incrível que pareça, se você fizer uma pesquisa rápida na internet vai encontrar mais pessoas tentando entender o final do filme do que resenhas. E não é pra menos! O Círculo é bem doido. O filme começa justamente na virada do ano com uma tragédia que acontece em um edifício chamado The Dante. Sugestivo, não?! Então conhecemos Jessica. Ela está mudando para o edifício e logo percebe que os vizinhos são a coisa mais louca do planeta. Sem falar no zelador que usa o elevador de escritório e parece saber tudo que vai acontecer com antecedência, como por exemplo levar uma lâmpada para a moça segundos antes dela queimar. Bizarro!

“Jessica acabou de se mudar para um novo apartamento, em um edifício antigo de Los Angeles. O prédio, chamado “The Dante”, vai envolvendo aos poucos a jovem com seus mistérios e pessoas estranhas, de forma que sua salvação está somente nas sua próprias mãos.”

8. Countdown (2012)

Esse filme tailandês é uma loucura e é praticamente impossível de encontrar. No filme um grupo de jovens tailandeses está em Nova York para a grande virada, quando decidem pedir drogas em domicílio e é aí que tudo vai pro zinabre. Um traficante doidaço das idéias chamado Jesus aparece e transforma a vida dos três num verdadeiro inferno. Dá uma olhada no trailer que vocês vão entender do que eu tô falando.

Três adolescentes tailandeses planejam a festa de ano novo de suas vidas chamando um traficante de droga para deixar drogas no seu apartamento. Eles não têm idéia de que a visita do traficante mudará suas vidas para sempre.

7. Cronos (1993)

Eu fico impressionado com a quantidade de pessoas que ainda não viu Cronos. O filme é simplesmente o primeiro longa dirigido por Guillermo Del Toro e traz no elenco Ron Pearlman, que mais tarde voltaria a trabalhar com Del Toro em Hellboy e Círculo de Fogo.

Cronos conta a história de um homem que encontra um objeto que concede a vida eterna ao seu dono, mas que em contrapartida desperta uma sede de sangue absurda. O filme começa perto do natal e se estende até depois do ano novo, sendo que uma das principais disputas pelo apetrecho acontece justamente durante a festa da virada. vale a pena conferir.

“Em 1536, o alquimista Humberto Oganelli desembarcou em Veracruz, no México. Lá ele criou um objeto de ouro chamado Cronos, que concede vida eterna a quem o detém. Quatro séculos depois, a queda de parte de um prédio gera algumas vítimas. Entre elas está um homem de pele estranha, alquimista. As autoridades localizam sua residência, mas jamais divulgam o que encontraram no local. Após uma rápida investigação, o conteúdo da mansão é leiloado. Com isso Cronos chega às mãos de um vendedor de antiguidades que, acidentalmente, dispara seu mecanismo. De seu interior sai uma aranha, que injeta no corpo de seu portador um estranho líquido. Aos poucos ele percebe que seu corpo está rejuvenescendo, mas também passa a ter uma obsessão por sangue.”

6. The Eve (2015)

Esse aqui é tão difícil de encontrar que nem eu mesmo vi, então não posso falar muito sobre ele. Mas o filme se passa no Reveillon e é claro que tem que fazer parte da lista.

“Um grupo de amigos se dirige para a ilha remota de Martha’s Vineyard para celebrar a véspera de Ano Novo e se reconectar. À medida que as tensões aumentam, uma presença imprevista interrompe as celebrações e, em vez disso, transforma suas férias em uma luta para sobreviver até o novo ano.”

5. Holidays (2016)

Bem, este aqui poderia entrar em praticamente qualquer lista envolvendo feriados. Holidays é uma antologia focada em datas comemorativas e seu último segmento se chama New Year’s Eve. O curta estrelado por Lorenza Izzo conta a história de uma jovem que usa um site de relacionamentos para marcar um encontro, sem saber que o homem do outro lado na verdade é um psicopata doentio. Na minha opinião um dos melhores (se não o melhor) dos segmentos de Holidays.

Atualmente o filme está disponível na Netflix. Então se você assina o serviço e ainda não assistiu esse aqui, vai lá e dá uma olhada.

“Os feriados de um jeito que você nunca viu. Kevin Smith e mais um time de grandes diretores comandam a antologia. Da páscoa para um particular e macabro presente de Dia dos Namorados, o filme é repleto de histórias dos dias festivos do calendário, trazendo o mais subversivo lado de cada celebração.”

4. Murder World (Pearl Blossoms/Life Blood, 2009)

Esse aqui é tão desconhecido que nem ele mesmo sabe quem é. O filme pode ser encontrado por aí com três títulos diferentes: Murder World, Pearlblossoms e Life Blood. A história é bem interessante mas o resultado meio que viaja na maionese. Além disso o filme vende a presença da atriz Scout Taylor-Compton, dos dois Halloweens de Rob Zombie, mas a atriz faz apenas uma ponta e se aparece por mais de 40 segundos no filme todo já é muito.

Duas lésbicas saem fugidas de uma festa de Reveillon depois que uma delas pega um palito de prender cabelo e mata, com 87 golpes, um ator famoso que supostamente estava abusando de uma menina. No caminho elas começam uma discussão no meio do deserto até que uma entidade aparece do nada e as transforma em vampiras. Olha que lôco! 40 anos depois – também durante a noite de ano novo – as duas despertam e partir daí começa uma onda de matança desenfreada. Loucura total.

“Véspera de Ano Novo, 1969: Ao dirigir pela Rodovia Pearblossom, um casal de lésbicas encontra a criadora do universo. Postas para descansar por 40 anos, as mulheres acordam no Dia de Ano Novo como criaturas renascidas. “

3. O Bug do Milênio (The Millennium Bug)

Particularmente este é um dos meus favoritos desta lista e na verdade o título nacional, apesar de fazer sentido, não faz jus ao original. A palavra “bug” aqui tem um duplo sentido, já que serve tanto para a falha dos computadores, quanto para insetos.

O filme conta a história de uma família que foge da cidade grande temendo o caos do “bug do milênio“, uma falha generalizada na rede de computadores, profetizada por programadores que acreditavam que as datas seriam todas bagunçadas com virada do século. A família encontra refúgio em uma cabana, porém a alegria dura pouco. Eles caem nas mãos um bando de caipiras sádicos. Mas não para por aí. Quando bate a meia noite uma fenda se abre e dela sai um inseto gigantesco que acaba com a festa.

O Bug do Milênio é um filme de baixo orçamento que utiliza apenas efeitos práticos, chegando inclusive a ter sido premiado por isso. Se você não viu e curte esse tipo de coisa, eu recomendo que você assista o quanto antes. É diversão garantida.

“Quando a fampilia Haskin procura refúgio da histeria do Y2K nas isoladas montanhas da floresta de Sierra Diablos, a loucura e o terror os acharão. Capturados por uma família caipiria insana, os Haskins têm de lutar pela vida. Mas nem eles nem a família caipira Crawford poderiam esperar pelo monstruoso pesadelo que está prestes a emergir das profundezas da terra.”

2. Sickness House (2006)

Pense em um [REC] durante o Ano Novo só que bem mais pobre. Pois é. À grosso modo é assim que podemos descrever Sickness House. O filme é uma produção independente de baixíssimo orçamento e conta a história de um grupo de amigos celebrando a virada do ano, quando a casa em que estão é isolada e posta em quarentena por que, supostamente, um deles está contaminado com uma doença mortal.

O filme está disponível no YouTube e a qualidade da produção certamente vai afugentar os mais exigentes, mas mesmo assim fica a dica.

1. Still (2011)

Mais um filme tailandês e mais uma antologia. Still é composto por três histórias e é digno desta lista principalmente por se tratar de contar histórias baseadas em tragédias da vida real.

Durante a festa da virada de 2008 para 2009, um incêndio destruiu o Santika Club em Bangkok, matando 66 pessoas e deixando mais de 200 feridos. O primeiro segmento de Still, chama-se justamente ‘Flame’ e conta a história de um rapaz que perde a namorada neste incêndio. Porém ele passa a ser assombrado pelo espírito da falecida que atazana o pobre rapaz com cenas da sua morte. Vale uma chance. Principalmente se você pretende encarar a noite de Ano Novo enfiado em alguma boate por aí.

“Um filme que reune quatro histórias tiradas diretamente das manchetes mais horríveis da Tailândia. Em “Flame”, um homem é assombrado pela culpa e por um fantasma depois que ele sobrevive a um incêndio na boate que matou sua namorada. Em “Imprison”, um prisioneiro questiona sua sanidade depois que seu companheiro de célula se enforca. Em “Revenge”, um traficante surdo assassina uma ladra em seu apartamento e comete o erro de esconder seu cadáver no duto de água do prédio. Finalmente, no cómico “Haunting Motel”, uma velha prostituta, um gay e seu amigo hétero acabam em um hotel de propriedade de uma velha louca e assombrado por um assassino.”


Bem… chegamos ao fim da nossa lista. Quantos destes você já viu? Nenhum? Um ou dois? TODOS?!

Você também pode se interessar Mais do autor